Seminário O Terceiro Setor na Gestão da Cultura

De Instituto Odeon em 13 de janeiro de 2017


No dia 26 de janeiro, aconteceu no Museu de Arte do Rio – MAR o seminário “O Terceiro Setor na Gestão da Cultura”. A conferência foi realizada pelo Instituto Odeon com o objetivo de debater a atuação das organizações sociais gestoras de projetos, instituições e outras iniciativas culturais do poder público. Na ocasião, foi lançada também a publicação “O Terceiro Setor na Gestão da Cultura – A perspectiva a partir do Museu de Arte do Rio“, organizada pelo Diretor Presidente do Instituto Odeon, Carlos Gradim. O livro traz ao público um relato de sua experiência durante os cinco anos à frente da gestão do MAR, a partir de discussões sobre gestão da cultura e o modelo de gestão por organizações sociais trazidas por autores convidados.
Para quem não teve a oportunidade de participar do seminário, o conteúdo gravado está disponível na página do Instituto Odeon. O livro “O Terceiro Setor na Gestão da Cultura: a perspectiva a partir do Museu de Arte do Rio” também pode ser acessado aqui.

 

O SEMINÁRIO

O início do evento foi marcado com as falas do Diretor Presidente do Instituto Odeon Carlos Gradim e da Secretária de Cultura da Cidade do Rio de Janeiro Nilcemar Nogueira.

Fala do Diretor Presidente do Instituto Odeon Carlos Gradim
Fala de abertura do Diretor Presidente do Instituto Odeon Carlos Gradim
Fala da Secretária de Cultura da cidade do Rio de Janeiro Nilcemar Nogueira
Fala da Secretária de Cultura da cidade do Rio de Janeiro Nilcemar Nogueira

O Seminário foi composto por três mesas, cada uma delas seguida pela apresentação de um case, a seguir:

 

  • Mesa 1 – Um Panorama sobre o modelo de parceria com o Estado

Mesa 1 – Um Panorama sobre o modelo de parceria com o Estado

Abordou o histórico e a evolução desse modelo de parceria entre a sociedade civil e o Estado, tratando dos aspectos positivos e negativos de sua aplicabilidade e efetividade. De maneira crítica, foi abordado se esse modelo de fato trouxe benefícios para a sociedade quando comparado a prestação direta pelo Estado; o que é possível fazer para expandir esse modelo de parceria para outros municípios/estados e quais são suas principais barreiras.

• Renata Motta (Coord. Unidade de Preservação do Patrimônio Museológico – SEC-SP)
• Flavio Alcoforado (Doutor em Administração Pública e Governo pela EAESP/FGV)
• Beth Ponte (Diretora Geral Instituto de Ação Social pela Música – IASPM / Programa NEOJIBA
Mediador: Ana Carolina Lara (Diretora Executiva Instituto Odeon / Museu de Arte do Rio)

Case 1 – Museu do Café – Marilia Bonas (Diretora Executiva Instituto de Preservação e Difusão da História do Café e da Imigração / Museu do Café e Museu da Imigração)

 

  • Mesa 2 – Foco no Valor Público
Mesa 2 – Foco no Valor Público

 

O que é valor público? O que é valor público na Cultura? Foram as perguntas norteadores dessa mesa que também abordou qual o papel do Estado e da sociedade para defender e alavancar o que entendemos com valor público. O desafio de como tornar esse conceito tangível para que possamos medir esses resultados. Temas como transparência e compliance estiveram presentes.

• Silvia Finguerut (Coord.de projetos de cultura e urbanismo da FGV Projetos)
• Claudinéli Ramos (Coord. Unidade de Monitoramento e Avaliação SEC-SP)
• Humberto Falcão Martins (Diretor do Instituto Publix)

Mediador: Erich Castilhos (Assessor Jurídico da Diretoria Executiva Instituto Pensarte (SP))

Case 2 – Projeto Guri – Alessandra Fernandez Alves da Costa (Diretora Executiva Amigos do Guri / Projeto Guri)

 

  • Mesa 3 – Gestão e Sustentabilidade
Mesa 3 – Gestão e Sustentabilidade

 

Foram abordados os maiores desafios da gestão de equipamentos de cultura em parceria com o Estado. O que é e como buscar caminhos para a sustentabilidade e perenidade dos projetos? E como a parceria com a sociedade pode ampliar as possibilidades de formas de financiamentos contribuindo para a sustentabilidade de projetos culturais?

• Eleonora Santa Rosa (Diretora do Santa Rosa Bureau Cultural)
• Deca Farroco (Gerente de Projetos da Unidade de Patrimônio e Cultura na Fundação Roberto Marinho)
• Bruno Ramos Pereira (Sócio da Radar PPP )
Mediador: Pedro Paulo Gangemi (Gerente de Projetos do Sistema Fecomércio-RJ)

Case 3 – Orquestra Filarmônica de Minas Gerais – Diomar Silveira (Presidente Instituto Cultural Filarmônica / Orquestra Filarmônica de Minas Gerais

 

Fiquem de olho no site do Instituto Odeon para participar das nossas programações!